Artigos

6 Dicas para criar uma vida equilibrada

A vida é muito mais um ato de equilíbrio, e estamos sempre a um passo de uma queda. Estamos constantemente tentando seguir em frente com o nosso propósito para alcançar nossos objetivos e o tempo todo tentando manter em equilíbrio os vários elementos.

 

Se algum aspecto da nossa vida atrai uma quantidade desproporcional de energia, temos que compensar os outros aspectos. Isso nos atrapalha e não somos capazes de avançar na corda bamba da vida até que um equilíbrio seja restabelecido. Temos de lidar com as áreas que estão tomando muita energia, colocá-las em perspectiva e alinhá-las de modo que tenhamos energia disponível para todas as áreas.

 

É importante compreender que os outros não podem fazer isso por nós. Ninguém pode pensar, respirar, sentir, ver, experimentar, amar ou morrer por nós. Cabe a nós equilibrar todos os diferentes aspectos de nossas vidas. Nós apenas temos que decidir fazê-lo e o primeiro passo é parar e avaliar como estamos lidando com eles! Essa lista abaixo é um guia para ir adiante.

 

1 Avalie a sua vida como ela é agora

Olhando para nós mesmos como realmente somos é o primeiro passo na reestruturação de nossas vidas. Você se sente exausto fisicamente, mentalmente estagnado ou se vê sem relações verdadeiras? Você se considera um workaholic (viciado em trabalho)? Você sente falta de alinhamento espiritual? Se você responder sim a qualquer uma destas perguntas, sua vida está, provavelmente, fora de equilíbrio.

 

2 Tome a decisão (consciente) de se tornar equilibrado

Escolher a realidade como a nossa base de decisão é o segundo passo para tornar-se equilibrado. Alcançar o equilíbrio nos permite alcançar os nossos objetivos e o nosso propósito na vida, diminuindo o estresse durante o processo de realização.

 

3 Mantenha essa decisão no seu consciente

Somos todos esquecedores instantâneos. Você se lembra de todas aquelas resoluções que você fez na última virada de ano? Mantê-las em nosso consciente, em uma base diária, nos permite fazer as mudanças acontecerem mais facilmente em vez de esperar que as coisas mudem durante a noite. A dica é utilizar lembretes em lugares estratégicos (que você verá todos os dias).

 

4 Estabeleça metas em cada área de sua vida

Estabeleça metas realistas em todas as áreas de sua vida para ajudar a si mesmo a lembrar que o seu objetivo final é o equilíbrio. Seus objetivos devem abranger:

– Seus relacionamentos

– Seu bem-estar físico

– Seu alinhamento espiritual

– Seu desenvolvimento mental

– Seu emprego

– Suas finanças

 

5 Esteja disposto a assumir o risco

Estar disposto a avaliar a si mesmo e assumir o risco de mudar não só irá melhorar a sua vida, como você irá se sentir com mais energia e uma consciência expandida do que é a vida. Reconhecer que o equilíbrio é essencial e recriar sua vida para abranger sua decisão vale a pena todo o risco!

 

6 Arranje tempo para reavaliar a si mesmo (todos os dias!)

Nenhum de nós pode realmente saber o como estamos com as mudanças em nossas vidas, a menos que estejamos dispostos a reavaliar a nossa posição. Não se sinta na obrigação de manter as suas decisões iniciais. Se algo parece não funcionar, esteja disposto a olhar para uma nova direção. Arranje tempo para si mesmo todos os dias, em um estado de meditação tranquila, para relaxar e avaliar a si mesmo.

 

Ao olhar para todos os vários aspectos de nossas vidas nos damos conta que estamos constantemente fazendo malabarismos e tentando manter em equilíbrio relacionamentos, família, dinheiro, saúde, círculos sociais, desenvolvimento espiritual e crescimento mental.

 

Somos capazes de dedicar energia suficiente para todas as áreas? Ou será que estamos tendendo para um lado, desequilibrado em uma direção?

 

Deixo com vocês essas perguntas de reflexão e a dica de leitura dos seguintes posts que complementam este tema:

Pô, deixa um comentário aqui...