Artigos

Por que ser água em 2016?

 

Saudações leitores da Fábrica de Mentes, estou aqui com meu ultimo texto de 2015, hoje estou falando diretamente de Salto. interior de São Paulo.

Em uma das visitas turísticas que fiz pela cidade passamos pelo memorial do Rio Tietê, que corta esta e outras cidades. Já é de conhecimento da maioria das pessoas que o Tietê é extremamente poluído, mas não é sobre nenhuma reflexão ecológica que quero falar.

Quero refletir com você sobre o que somos nós e sobre o que a água deste rio me fez pensar sobre como devemos nos comportar para o ano que inicia.

Em 2016, que sejamos como a nascente de um rio, calma, límpida e tranquila.

Que no percorrer dos dias, caso haja desafios e obstáculos a enfrentar que você tenha a força de uma água de uma corredeira para transpô-los, para que você possa chegar ao objetivo final.

Que seu humor e sua atitude seja como a água da chuva, que molha as plantações para crescerem. E que essas plantações sejam como as pessoas que passam por sua vida ao longo da temporada.

Que você seja solvente como a água, que purifica a vida. Que as circunstâncias negativas da vida não poluam o “seu rio” dando gosto amargo e tóxico nele, e você possa como a força da natureza que se recupera de uma tragédia, se restabeleça caso algo de ruim acontecer.

Que o seu destino seja o mar no próximo 31 de dezembro de 2016, tendo então completado seu curso natural. Que seu encontro com ele seja o melhor possível.

Nos encontraremos lá.

Pô, deixa um comentário aqui...