Profissional

Matriz BCG e sua importância no mundo dos negócios

Criado pelo Boston Consulting Group na década de 1970, a matriz BCG é uma das opções mais usadas por empreendedores e gestores para determinar o posicionamento de determinado produto ou serviço perante o mercado.

Muitas vezes a matriz BCG é usada para complementar o CVP (ciclo de vida do produto), que poderá ser assunto para um próximo texto. A matriz é composta por dois eixos, o primeiro de market share (participação de mercado) e a segunda a taxa de crescimento do mercado, sendo cada eixo composto por dois quadrantes, totalizando assim como na análise SWOT, quatro quadrantes em sua matriz.

Os quadrantes da Matriz BCG são assim denominados: Vaca Leiteira, Estrela, Ponto de Interrogação ou Abacaxi.

Ciclo de vida do Produto x BCG

Ciclo de vida do Produto x BCG

A “Vaca Leiteira” é o a menina dos olhos de qualquer gestor, pois possui uma elevada participação num mercado já estabilizado, que poucas alterações deverá sofrer, porém, é importante tomar cuidado, a “Vaca Leiteira” é um produto/serviço estável, que não precisa de esforços para vender, o que não significa ser um produto/serviço em alta, adotados tanto pela maioria inicial, quanto pela maioria final, o que corresponde a cerca de 68% daqueles que usarão o produto ou serviço.

Por sua vez os “produtos/serviços estrelas” possuem uma grande participação no mercado, porém este mercado ainda está em expansão, o que demanda investimentos em divulgação, estoque, etc. para que o produto/serviço estrela se estabeleça junto com o mercado, fazendo com que sejam grandes apostas. Correspondem a 13,5% de todo o consumo, sendo consumido pelo grupo denominado “adotantes imediatos”. A tendência é que com a estabilidade do mercado “Os estrelas” se tornem “Vacas Leiteiras”.

Já os produtos/serviços “Ponto de Interrogação”, são aqueles que apesar do baixo market share, ele se encontra num mercado em pura expansão, ou seja, apesar dos grandes investimentos, não geram a mesma receita dos produtos “Estrelas”, que é o seu próximo passo, normalmente são os produtos/serviços de introdução ao mercado adotados pelos consumidores (cerca de 2,5% dos que usarão o produto ou serviço), considerados “inovadores”, que segundo Kotler (2012) são pessoas bem sucedidas, sofisticadas, que “assumem o comando”, com elevada auto estima. Suas compras frequentemente refletem um gosto apurado por produtos de luxo.

Por fim, os produtos/serviços “Abacaxi”, que não geram nem grandes investimentos, tampouco grandes receitas, devendo ser eliminados do portfólio, dentro do CVP, são os produtos/serviços em fase de declínio.

Portanto, a Matriz BCG é importante para avaliar possíveis mudanças no mercado, e ter o posicionamento ideal para que os produtos se movam na sequência onde os “Pontos de Interrogação” virem “Estrelas”, e estes virem “Vaca Leiteira”, que seria uma sequência ideal, porém é capaz de um produto sair de “Ponto de Interrogação”, ou “Abacaxi” e virar “Vaca Leiteira”.

Pô, deixa um comentário aqui...